Iníxio Mapa do Site Web Mail Facebook You Tube

Notícias

Professores da rede municipal de Laranjeiras do Sul comemoram uma conquista histórica para classe

A- | A+
Um dia histórico para a Educação de Laranjeiras do Sul. Foi assim que os professores e pedagogos definiram a data de 05 de fevereiro de 2018. No Cine Teatro Iguassu, os educadores fixaram o padrão na escola de sua preferência, um anseio da categoria de vários anos. Através de decreto, o prefeito Berto Silva nomeou uma comissão, formada por profissionais da Secretaria de Educação, Procuradoria Jurídica, Recursos Humanos e Núcleo Regional de Educação, que definiu os critérios de classificação e que serviu como parâmetro para a escolha da vaga. 

De acordo com a coordenadora da Educação do Ensino Fundamental de Laranjeiras do Sul, Pierina dos Santos Almeida, esse é um pedido antigo da classe e em 2017, o prefeito Berto Silva atendeu e enviou o Projeto para a Câmara de Vereadores analisar. “Agora todo ano cada professor sai de férias já sabendo que tem o padrão fixado no Cemei ou na escola, e isso será até o fim da carreira a não ser que depois de algum tempo, o educador solicite a sua remoção para outra instituição”, afirmou Pierina.

Maior tempo de efetivo de exercício na rede municipal, contados a partir da data da nomeação no vínculo em que o professor pleiteia a fixação, maior nível e classe, maior idade, proximidade da residência do professor, foram alguns dos itens analisados para definir a classificação. 

PROFESSORES
“Para mim foi muito importante. Com certeza uma alegria muito grande para toda a classe”, disse a pedagoga Andrea Miri Portela.

“Eu acredito que a fixação de padrão, é uma das grandes conquistas para os profissionais da educação”, disse a pedagoga Marilda de Matos Andrade.

“É uma oportunidade para quem quer trabalhar próximo a residência ou trabalhar na escola de sua preferência”, disse a professora Sandra Mara Solano Todt.

 “É um momento histórico para a Educação de Laranjeiras do Sul. Todo início de ano ninguém tinha um lugar certo para trabalhar. Agora com esta lei vai dar mais segurança para todos os servidores”, disse a professora Marli Fagundes de Lima.

“É muito interessante porque você sabe onde vai trabalhar. Agora podemos desenvolver um projeto para a escola já que estamos efetivados nela”, disse o professor João Maria Teixeira.

“Agora nós temos um lugar garantido. Entendo que foi muito importante esta iniciativa e acredito que todos estão os professores e pedagogos estão contentes”, disse a professora Sandra Noriler Alves Salmoria. 

05/02/2018


Voltar para Página Inicial